Neurofeedback

O QUE É NEUROFEEDBACK?

O neurofeedback é um tratamento não invasivo que visa melhorar o funcionamento cerebral por meio da neuromodulação autorregulatória. Este método possibilita a reorganização do funcionamento cerebral, corrigindo distúrbios, melhorando o desempenho cognitivo, comportamental e emocional.

Há ainda o uso da técnica para o aumento da capacidade cognitiva, a melhora no desempenho artístico, atlético e intelectual, além de aumentar a sensação de bem-estar de sujeitos normais.  

 
neurofeedback

"O neurofeedback é um tratamento não invasivo que visa melhorar o funcionamento cerebral por meio da neuromodulação autorregulatória."

tratamento alzheimer - maio 2022

Como funciona o Neurofeedback?

Entendemos que o cérebro funciona por meio de descargas elétricas, que podem ser identificadas por exames de eletroencefalograma (EEG). Essas ondas elétricas são a base de comunicação entre os neurônios e podem melhorar ou prejudicar as funções cognitivas. 

Por um software especializado, os sensores captam estes sinais elétricos oriundos dos neurônios, decodificando e processando em tempo real a partir da tela de um computador, com isso a pessoa aprende a transformar o cérebro com o condicionamento operante, aprendendo por tentativas e erros.

 

Responsável por estimular as habilidades naturais do cérebro, o neurofeedback regula e desenvolve as potencialidades, o que contribui para um melhor desempenho cognitivo e também comportamental.

O Neurofeedback emite radiação?

No tratamento com neurofeedback o paciente não recebe nenhum tipo de irradiação elétrica ou magnética do equipamento. Funciona com eletrodos que são colocados sobre o couro cabeludo para a captação das emissões elétricas dos neurônios, que pulsam dentro do crânio.

E o Neurofeedback funciona mesmo?

O Tratamento felizmente tem tido grandes avanços nas últimas décadas, com bons resultados no controle dos sintomas, com melhora da qualidade de vida dos pacientes e familiares. Demanda disciplina e comprometimento por exigir um protocolo bem intensivo, sendo recomendável entre 30 a 40 sessões, com uma frequência indicada de 2 vezes por semana, porém varia muito de pessoa para pessoa, do objetivo e da gravidade do quadro. 

Cabe ressaltar que é um tratamento longo, mas que garante efeitos duradouros. 

 

 

Quais as indicações do Neurofeedback?

Ansiedade, Depressão, Distúrbios de aprendizagem, Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), Dificuldade de Memória, Comprometimento Cognitivo Leve, Enxaqueca, Insônia, Estresse, Transtornos Alimentares, Fibromialgia, Otimização da Performance Mental, entre outros. 

 
glioblastoma
Neurologia Integrada

Glioblastoma

O que é glioblastoma?   O Glioblastoma faz parte dos astrocitomas, que são tumores que se originam dos astrócitos (células em forma de estrela que

Leia Mais »
sonolencia diurna
Neurologia Integrada

Sonolência Diurna

Saiba o que é a sonolência excessiva diurna e como melhorar esse sintoma que pode estar prejudicando a sua saúde  A sonolência excessiva diurna (SED)

Leia Mais »

Veja mais no Blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *