Insônia

O sono

O sono é um dos principais fatores que influenciam na qualidade de vida das pessoas. A insônia, o estresse, o uso de alimentos/substâncias estimulantes e o ganho de peso são alguns dos principais agentes causadores da piora crescente da qualidade do sono da nossa população.

insonia d - abril 2024

Insônia

A insônia é uma das condições de saúde mais complexas, onde fatores de saúde física, emocional, ambiente para descanso, doenças pré-existentes, uso de medicações e o próprio trabalho influenciam na capacidade de pegar no sono e mantê-lo de forma permitir disposição para o dia que se inicia.

A insônia é caracterizada como a incapacidade de iniciar o sono, mantê-lo de forma profunda ou o despertar mais cedo que o programado, com prejuízo para as capacidades produtivas durante o dia, como:

  • Sonolência excessiva;
  • Cansaço ou indisposição;
  • Dificuldade de memória;
  • Prejuízo para tomada de decisões;
  • Mal humor e irritabilidade;
  • Dificuldade de concentração;
apneia do sono

Insônia Aguda

A insônia aguda, também conhecida como insônia de ajuste, dura de alguns dias a 12 semanas e ocorre em consequência de um fator estressor, como dificuldades no trabalho, faculdade, luto ou viagem.

Esse período geralmente se resolve sozinho a medida que o fator estressor desencadeante não está mais presente.

Insônia Crônica

Na insônia crônica, os sintomas aparecem pelo menos 3 vezes por semana, por pelo menos 3 meses.

 

Hipersônia

O outro lado da insônia é a sonolência excessiva diurna, que é a dificuldade ou incapacidade de manter-se acordado ou alerta nas horas apropriadas do dia.

A sonolência excessiva é importante de ser diagnosticada e investigada adequadamente, pois pode estar relacionada a distúrbios de sono durante o período noturno (as vezes não observados pelo paciente, como ronco e apneia do sono), doenças clínicas pre-existentes (como hipertensão, hipotireoidismo, déficit de vitaminas) ou mesmo uma Sonolência Excessiva Primária, também conhecida como NARCOLEPSIA.

Tratamento para Insônia

Existem muitas opções para o tratamento da insônia, seja para iniciar, manter o sono ou para o sono de qualidade insuficiente. No geral o recomendado é tratar a causa da insônia e não apenas induzir diretamente o sono, assim o problema da insônia terá um início e um término do tratamento.

Entre as medicações indicadas para o tratamento da insônia temos algumas categorias mais utilizadas:

  • Indutores diretos do sono (conhecidas como Medicações da Geração Z): essa categoria pode ser utilizada, mas geralmente por curtos períodos por causar tolerância e dependência.
  • Antidepressivos: auxiliam na ansiedade, depressão e melhoram a qualidade geral do sono. Alguns deles podem funcionar como indutores leves, sem tolerância ou dependencia.
  • Anticonvulsivantes: podem ser utilizados tanto como indutores leves do sono, como no tratamento da ansiedade.
  • Benzodiazepínicos: essa categoria também conhecida como ansiolíticos pode ser utilizada para sono por curtos períodos, principalmente quando o paciente passa por um quadro de ansiedade extrema e enquanto as medicações para ansiedade estão iniciando o seu efeito principal.

Terapia Cognitivo Comportamental para o Sono

 

Essa técnica de terapia realizada por psicólogos está altamente recomendada no tratamento de todos os tipos de insônia, mesmo que o paciente não se sinta ansioso ou deprimido. Ela é capaz de mudar a maneira que o paciente encara o momento de dormir, trazendo uma experiencia agradável e satisfatória.

A equipe multidisciplinar da Clínica Neurologia Integrada está pronta para lhe ajudar a superar o trauma de dormir e te conduzir por um padrão saudável e prazeroso de sono! Agende já sua consulta com nossos especialistas!

Veja mais no Blog