Fonoaudiologia

O que faz um fonoaudiólogo?

O fonoaudiólogo é um profissional de saúde responsável pela promoção da saúde, prevenção, avaliação e diagnóstico, orientação, terapia (habilitação e reabilitação) e aperfeiçoamento  função auditiva periférica e central, da linguagem oral e escrita, da voz, da fluência, da articulação da fala e dos sistemas miofuncional, orofacial, cervical e de deglutição.

Beatriz Raz Santana
Fonoaudióloga

  • Bacharelado em Fonoaudiologia – Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP/EPM

 

  • Fellow em Motricidade Orofacial -Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP/EPM

 

  • Especialização em Neurologia – HIAE

 

  • Aprimoramento em Neuro-Reabilitação – Neuroqualis

 

  • Especialização em Neurogeriatria – HCFMUSP

 

  • Habilitada no método Lee Silverman Voice Treatment

 

  • Habilitada no método Kinesio Taping modulos KT1,KT2,KT3,KT4 pela KT Association

 

  • Membra associada da Associação Brasileira de Gerontologia

Fonoaudióloga formada pela Universidade Federal de São Paulo com experiência no atendimento de adultos e idosos com doenças neurológicas como Alzheimer, Parkinson, Demências e/ou lesões encefálicas adquiridas como AVCs e traumatismos cranioencefálicos.

 

Atua na avaliação e reabilitação da motricidade orofacial, da linguagem, fala, voz e deglutição. Trabalhou por 3 anos no Instituto Lucy Montoro, onde atuava na reabilitação da deglutição e nos transtornos de linguagem sendo responsável pela internação e atendimentos ambulatoriais. Atualmente é Fonoaudióloga do Cora Residencial Sênior (unidades Jardins, Higienópolis e Campo Belo).

 

Participação em mais de 60 eventos da área, sendo 20 como palestrante. 7 publicações em periódicos nacionais e internacionais. Premiada com Menção Honrosa e melhor trabalho na área de Neurogeriatria em Congressos da área.

 

Linguagem

A linguagem está realacionada a nossa capacidade de compreender e expressar o que queremos através da fala ou da escrita. Uma lesão cerebral pode causar uma alteração chamada de afasia. Doenças neurológicas como Alzheimer e outras demências também evoluem com alteração da linguagem, sendo necessária intervenção fonoaudiológica para melhora e retardo da piora na comunicação.

Disfagia

A disfagia é a dificuldade de engolir, seja alimento, secreção e medicamento. Os sinais e sintomas geralmente apresentados são: tosse ou engasgo com alimento ou saliva; pneumonias de repetição, refluxo gastroesofágico; febre sem causa aparente, sensação de bolo na garganta, recusa alimentar, sonolência durante as refeições, sinais clínicos característicos de aspiração, ou seja, voz molhada (falar gargarejando), dispneia ou aumento de secreção em vias aéreas superiores.

Transtornos de Voz e Fala

As doenças e lesões neurológicas também podem afetar a produção da voz e da fala. A principal caraterística está na dificuldade em articular de forma correta as palavras. Todo sistema responsável pela fala, tais como os músculos da boca, língua, laringe ou pregas vocais, são alterados por conta da lesão cerebral da região do sistema nervoso que comanda essas atividades motoras.

 

sonolencia diurna
Neurologia Integrada

Sonolência Diurna

Saiba o que é a sonolência excessiva diurna e como melhorar esse sintoma que pode estar prejudicando a sua saúde  A sonolência excessiva diurna (SED)

Leia Mais »

Veja mais no Blog

Você sofre com enxaqueca?

Então vem conhecer o primeiro método
ENXAQUECA-KILLER!