Nosso Blog

Informações úteis para você ficar atualizado

7 exercícios que ajudam a tratar a enxaqueca

Conheça algumas formas de reduzir as crises de dores de cabeça intensas e melhore sua qualidade de vida

Muitas pessoas procuram meios para tratar a enxaqueca. Isso porque os problemas relacionados com dores de cabeça intensas atingem uma parcela considerável da população. Essa dor, em geral, é relatada como muito forte, de maneira que incapacita a pessoa de realizar diversas atividades do cotidiano. 

Existem várias formas de tratamento para essa questão. Algumas delas estão relacionadas com a prática de exercícios físicos e as técnicas de relaxamento e hoje vamos falar de 7exercícios que ajudam a tratar a enxaqueca.

A variedade de formas de tratar a enxaqueca existe porque as causas também são muito diversas. Por isso, é importante entender qual a causa das suas dores de cabeça intensas, para, assim, encontrar a melhor maneira de tratá-la.

Para os pacientes crônicos, saber como tratar a enxaqueca é um desafio ainda maior, uma vez que ela pode se tornar resistente a medicamentos. Dessa forma, é importante procurar meios para além dos medicamentos, a fim de obter resultados mais satisfatórios.

Hoje, você vai conhecer algumas causas das dores de cabeça intensas e técnicas para tratar a enxaqueca.

Quais as causas da enxaqueca

Existem diversas causas para as manifestações de dores de cabeça intensas. Mas existem algumas que são mais comuns, dentre elas a genética, a alimentação irregular, o estresse e as questões hormonais.

Genética

Nos casos relacionados à genética, saber como tratar a enxaqueca é essencial. Isso porque, nessas situações, não há cura definitiva.

Entretanto, é sempre possível amenizar os sintomas e uma intervenção plural pode ser a chave para o sucesso. Realizar exercícios físicos, usar de forma correta as medicações prescritas pelo médico, além de usar técnicas específicas para o combate a essa dor, são essenciais.

No curso Superando a Enxaqueca você pode encontrar diversos métodos para aliviar sua dor.

Alimentação irregular ou inadequada 

A alimentação irregular, ou seja, não se alimentar por longos períodos, pode trazer sintomas característicos da enxaqueca, uma das principais causas é a hipoglicemia (baixa de glicose no sangue). 

Por outro lado, a alimentação inadequada, também pode contribuir para a manifestação desse quadro. Isso porque alguns alimentos, como café, bebidas alcóolicas e alimentos industrializados, podem ser tóxicos para o organismo.

Dessa forma, caso seja esse o motivo das suas dores de cabeça intensas, uma das formas de aliviar os sintomas é evitando esses alimentos.

Questões hormonais

Essas questões hormonais são mais presentes principalmente em mulheres, devido ao seu ciclo menstrual. Isso porque, durante todo esse período, há uma variação de hormônios muito intensa, levando aos diversos sinais característicos, como TPM, enxaqueca, inchaço e etc.

Nesse caso, as técnicas e o exercício físico são grandes aliados. No curso Superando a Enxaqueca você encontra diversas técnicas que podem te auxiliar.

Estresse e ansiedade

Outros fatores importantíssimos que levam a manifestação de dores de cabeça intensas são o estresse e a ansiedade. Com a rotina diária, esses componentes fazem parte da vida de muitas pessoas. 

Saber como controlá-los também pode ser uma forma de, automaticamente, controlar suas crises de dores de cabeça.

7 exercícios para te ajudar

Os exercícios, sejam eles físicos ou de relaxamento, são ótimos aliados para tratar a enxaqueca. Já é comprovado, que a realização de atividades físicas, principalmente as de grau moderado, é uma forma de combate aos sintomas das dores de cabeça intensas.

Os exercícios aeróbicos são os mais eficazes, além de as práticas de relaxamento também serem ótimas aliadas. Isso porque os exercícios físicos auxiliam na produção de endorfina e serotonina, pelo cérebro.

Esses hormônios são responsáveis pela redução do estresse, além de atuarem como anestésicos do próprio organismo. Dessa forma é possível alcançar o relaxamento e a sensação de bem-estar sem a necessidade do uso de medicamentos.

Dessa forma, ao fazer exercícios, o corpo passará a produzir mais substâncias, proporcionando bem-estar e reduzindo as chances dos sintomas da enxaqueca se desenvolverem.

É importante destacar a necessidade de sempre procurar um neurologista para decidir qual a melhor atividade para o seu tipo de enxaqueca, de maneira que o resultado seja mais eficaz. Algumas recomendações podem ser:

  1. Caminhada

A caminhada é uma ótima opção, pois não envolve gastos financeiros e é uma forma de aproveitar o ar livre e relaxar diante do estresse.

Ela é recomendada para a maioria dos casos, desde os relacionados a estresse até os que envolvem questões genéticas e hormonais.

  • Meditação

A meditação tem se tornado cada vez mais popular. Essa prática tem benefícios para o corpo e mente. Nos casos de dores de cabeça intensas ela é recomendada mais para os casos relacionados ao estresse e a ansiedade. 

Além disso, ela também é indicada para os casos hormonais, já que exercícios intensos podem ser gatilhos para a manifestação da enxaqueca.

  • Natação

Por se tratar de um exercício mais intenso, é preciso avaliar se essa atividade pode ser gatilho para quem tem dores de cabeça, a partir de esforço físico mais intenso. Entretanto, ela é uma atividade que pode aliviar o estresse e a ansiedade.

  • Ioga 

O Ioga é uma atividade que exige concentração, o que pode ser ótimo para quem se encontra em casos de estresse e ansiedade frequentes. 

  • Pilates

O pilates tem surpreendido e se popularizado cada vez mais. Essa atividade é ótima não só para aliviar as dores de cabeça, mas também proporciona benefícios para a saúde física.

  • Alongamento

Se alongar é essencial, para o relaxamento muscular. Por isso, é importante até mesmo para quem faz outras atividades físicas.

  • Musculação

A musculação é uma das atividades físicas mais populares, entretanto, muitos não gostam de praticá-la. Uma das estratégias é mesclar essa atividade com outras, para que a prática de exercícios se mantenha constante.

É importante destacar que para cada tipo de enxaqueca, é preciso tratar com um exercício diferente. Isso porque, para os casos de dores de cabeça relacionados com tensão, exercícios mais intensos podem ser uma ótima opção.

Entretanto, quando o fator é hormonal, como no período da TPM, práticas mais relaxantes podem ser uma opção melhor.

Além dessas 7 opções, há também outras diversas técnicas que podem ser colocadas em prática para amenizar a dor. Você encontra diversas delas no curso Superando a Enxaqueca.

Não perca tempo, procure ajuda para tratar a sua enxaqueca e melhore os quadros de dores de cabeça intensas. 

Você pode encontrar ajuda médica especializada com o Doutor Bruno Funchal. Entre em contato e agende a sua consulta. Siga-nos no Instagram.

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você sofre com enxaqueca?

Então vem conhecer o primeiro método
ENXAQUECA-KILLER!